PROPINA : FBI envia documentos e PF se prepara para agir

O compartilhamento de documentos e as transcrições de depoimentos dados ao agentes do FBI e à Justiça dos Estados Unidos com as autoridades brasileiras, está prestes a deflagrar uma operação envolvendo cartolas do futebol brasileiro.
O MP do Brasil e a PF entendem que já receberam ” uma carga suficiente de informações” e teriam, tambem, encontrado provas robustas de transferências irregulares de valores , partindo do Brasil.
Os depoimentos e investigações das autoridades americanas vão revelando um esquema cinematografico de troca de mensagens, criado há muitos anos.
Senhas e códigos usados em e-mails, mensagens por whatsapp , SMS , fax e nas conversas por telefone.
Algumas das identificações são poéticas e românticas.
Quando o dinheiro da propina já estava na conta, a corfirmação vinha com uma frase: ” já está em Lua de Mel ” .
“Gato Preto” era a indicação que a propina era inferior a um milhão de dólares.
“Gato Branco” apontava que o valôr passava de um milhão de dólares.
Quando na conversa surgia “lagoa azul” era a confirmação de que todos os envolvidos estavam de acordo.
Vários apelidos dos cartolas já estão nas páginas da Corte em NY : Galo de Ouro, Napoleão, Estrela Azul, Anjo das asas douradas, Berlim e muitos outros.
Os juizes dos Estados Unidos pediram que os agentes do FBI e da Interpol se esforcem ainda mais para “trazer ao Tribunal todos os citados e investigados que estão em liberdade em seus países “.
Claro que para isso é preciso a colaboração das autoridades locais.

Comentários

comments