DELAÇÃO: Marin admite acordo com o FBI

Ricardo Teixeira já teria sido convencido que “o melhor para ele” é confirmar o acordo de delação com as autoridades dos Estados Unidos.
E pode ser anunciado dentro de alguns dias.
Sobre a mesa dos investigadores estão documentos espanhóis e americanos.
Como já informamos, as autoridades da Espanha concordaram em colaborar com informações e tambem receberão todos os depoimentos feitos pelo ex-presidente da CBF.
Vale lembrar que Brasil e Espanha não tem acordo de extradição.
Os orgãos de investigação da USA sabem que Marin (preso) e dirigentes brasileiros estão muito tensos com aquilo que Teixeira tem para dizer .
Os orgaõs de fiscalização querem ter certeza do atual estado de saúde de Ricardo Teixeira e vão exigir um detalhado relatório sobre os problemas que ele estaria enfrentando.Seus advogados alegam “gravidade” .
Teria chegado ao conhecimento das autoridades que Teixeira frequentou em abril, uma badalada festa no Rio de Janeiro.
E não teria se comportado como um homem vítima de uma grave enfermidade.
Para eliminar essa dúvida, vão pedir informações médicas.
Antes mesmo de tudo que Teixeira poderá dizer, os americanos tem uma longa lista de nomes com vários “pesos” de participações.
Nas últimas horas surgiram nomes de pessoas que “ajudaram” cartolas brasileiros a levar dinheiro para paraisos fiscais.
José Maria Marin já sabe que Ricardo Teixeira vai se acertando com os promotores americanos e está muito preocupado.
Ele já sabe que será julgado em 6 de novembro na corte do Brooklyn e ao lado dele estarão vários outros cartolas do continente.
O ex-presidente da CBF pediu para ser julgado separadamente . Não conseguiu.
Marin alegou que vive de uma aposentaria como político e que tem uma rádio em São Paulo.
Mas, as autoridades questionam como, por exemplo, só com estes recursos ele pode ter um apartamento da 5a. Avenida em NY .
Chegou ao conhecimento dos investigadores que na gestão de Blatter, alguns dirigentes recebiam uma “mesada” de 100 mil euros.
Diante da grande possibilidade de Ricardo Teixeira contar tudo o que sabe, Marin já estaria admitindo , tambem , acertar uma delação com os agentes de NY.
Os advogados de Marin estão preparando um requerimento pedindo que tomem conhecimento sempre que Ricardo Teixeira envolver o seu cliente na deleção.
Não querem ser surpreendidos pelas prováveis novas acusações.

Comentários

comments