Corrupção: “Eles pensam que não deixaram rastros”

A justiça dos Estados Unidos recebeu documentos dos advogados de Ricardo Teixeira assegurando que o ex-presidente da CBF vai fazer a esperada delação.
O seu compromisso é falar tudo que sabe, desde 1996. Além disso, os representantes do cartola deverão entregar muitos documentos para confirmar as suas declarações.
Acreditam os defensores de Ricardo Teixeira que as informações serão tão valiosas que justificarão nada além de prisão domiciliar.
José Maria Marin tambem irá fazer delação. E pela carga de informações que possui , deverá cumprir sua pena na sua residência. É o que esperam seus advogados.
A Receita dos Estadoas Unidos espera que ao final de todos os processos milhões de dólares entrem em seus cofres.
Empresas importantes, dirigentes esportivos e muitas outras pessoas consideradas de escalões menores deverão pagar pesadas multas.
Vários serão presos, segundo avaliação dos investigadores.
Eugenio Figueiredo, ex-presidente da Conmebol , não teve a sua delação aceita.
Ele mentiu num primeiro momento e as autoridades não darão uma segunda chance.
Outro que teve sua delação negada, é o ex-presidente da Federação da Nicaragua, Julio Rocha.
Ele tambem mentiu no primeiro depoimento.
No Brasil , a pressão aumenta para dirigentes e politicos envolvidos com as maracutaias.
As policias do Brasil e dos Estados Unidos tem conversado bastante.
Uma fonte disse que ” eles pensam que não deixaram rastros” .

Comentários

comments