Barcelona goleia, leva o bi e ratifica “melhor do mundo”

Deu a lógica. Venceu o melhor. O Barcelona deu uma aula de futebol. O Santos não viu a cor da bola, assim como vários outros advesários do time catalão. A equipe de Guardiola chegou a ter 79% de posse da bola no primeiro tempo, fez 3×0, diminuiu a velocidade e ganhou com muita facilidade.

No segundo tempo o Santos teve oportunidades, mas acabou levando o quarto gol. Telê foi vingado. Os espanhóis, que tanto reverenciaram sua Seleção de 82, aprenderam e mostraram que é possível ganhar títulos jogando futebol ofensivo, bonito, tocando a bola. Daniel Alves lembrou Cafu jogando na ponta esquerda do São Paulo bicampeão mundial.

Como já era esperado, o Santos entrou na retranca e o Barcelona atacando. Isso seria lógico. Todos sabiam que o Barcelona era melhor, mas achei que o Peixe conseguiria dar mais trabalho defensivamente. Ilusão. O Barça precisou de apenas 17 minutos para furar o bloqueio, abrir o placar e comandar a goleada. Foi um passeio. 4×0 foi pouco.

A única chance do Muricy seria segurar o 0x0 e jogar por uma bola. Não deu.

Ficou evidente que o Barcelona é um dos melhores times de todos os tempos. Alguns “pachecos” ufanistas, nacionalistas irracionais, levam a discussão para a irracionalidade, como se a questão fosse entre países ou continentes. Nada disso. Até porque o Barça tem vários brasileiros e estrangeiros. O craque do time é argentino.

Já vi grandes equipes da Alemanha, Holanda, Brasil, Argentina, Uruguai…

O Barcelona está mostrando uma nova forma de jogar futebol. É isso. Simples.

Tenho certeza que muitos destes nacionalistas populistas, e muitos torcedores fanáticos, nunca viram o Barcelona jogar. Diziam que era invenção da “mídia”. Pois é, tudo é culpa da imprensa. Fala sério. Essa turma não gosta de futebol, só sabe torcer pelo timinho do coração. Quem gosta de futebol, sem clubismo, sabia que este time é absolutamente fantástico. Guardiola não repetiu escalção durante a temporada e manteve padrão show.

Impressionante.

Ficou evidente que Neymar precisa amadurecer para chegar a número 1. É verdade que Messi leva vantagem pela qualidade do Barcelona. Ok, mas mesmo assim, sem entrar na discussão de torcedor “quem é melhor” ficou claro que Messi joga para o time enquanto Neymar está jogando pra ele, preocupado em provar e mostrar seu talento para o mundo.

Messi não pedala, não faz cai-cai, não chora com arbitragem, não humilha o adversário.

Contra o Kashiwa, Neymar passou o tempo todo procurando acertar seus dribles em cima dos japoneses. Coletivamente não criou nada. Já Messi, nas duas partidas, jogou para o time, criou inúmeras jogadas, deu várias assistências, jogou bola sem frescura.

Neymar tem muito talento, mas Messi ainda está bem na frente.

Futebol é esporte coletivo e o Barcelona mostrou isso. Embora não tenha brucutus consegue fazer uma belíssima marcação pressão, com todos marcando. É especialista em bobinho. Ninguém consegue ficar com a bola muito tempo. Lembra Rinus Mitchell.

E acima de tudo respeita o adversário, não pedala, não chuta no vazio, não humilha…

O Barça dá espetáculo fazendo gols e ganhando os jogos, sem babaquice.

Depois de perder duas finais para clubes brasileiros, São Paulo 92 e Inter 2006, o Barça levou o bicampeonato. Foi a maior goleada desde que o torneio passou a ser disputado numa final única. Em 61 o Peñarol fez 5×0 no Benfica, jogou em casa, formato ida e volta.

O Barcelona bicampeão ainda está atrás do Real Madri tricampeão.

O Santos bicampeão ainda está atrás do São Paulo tricampeão.

O Milan é o único clube tetracampeão mundial da história do futebol.

Em 2013 e 2014 a Copa da Toyota será no Marrocos.

Começou a várzea. Imagine o campeão do Marrocos entrando como convidado e levando o título. Nem os marroquinos irão acreditar que têm o melhor futebol do mundo. Imagine quando o Boca comprar o evento e jogar todas no La Bombonera. A FIFA não tem o menor interesse em saber quem é o melhor do mundo, ela quer mesmo é grana.

Apesar das pedras no caminho, o futebol saiu ganhando com a final Barcelona x Santos.

Comentários

comments

  • 70 Comentários