Temer blindado

José Maria Trindade   31/03/2017   Comentários desativados em Temer blindado

O vice-presidente Michel Temer comparece ao velório do ex-deputado Paes de Andrade, no Salão Negro do Congresso Nacional. Paes de Andrade foi presidente da Câmara entre 1989 e 1991 (Marcelo Camargo/Agência Brasil)

A delação do ex-diretor da Transpetro, Sérgio Machado, chega ao presidente Michel Temer e o procurador-geral da República, Rodrigo Janot se diz impossibilitado de continuar as investigações. O ex-presidente José Sarney, o senador Renan Calheiros e o presidente do PMDB, senador Romero Jucá já estão sendo investigados e serão ouvidos sobre a delação de Sérgio Machado que foi além da delação e gravou os figurões do PMDB orientado por integrantes do Ministério Público. Para o procurador-geral o presidente da República não pode responder por atos estranhos ao exercício do mandato.  Em petição ao ministro Edson Fachin, o procurador não pode prosseguir com as investigações da delação premiada. O objetivo da investigação é saber a participação do presidente Michel Temer no pedido de dinheiro para a campanha do ex-deputado Gabriel Chalita para a campanha à prefeitura de São Paulo em 2012. Em depoimento Sérgio Machado que chegou a ser líder do PSDB no Senado fala que acertou a transferência de um milhão e 500 mil reais  pagos da construtora Queiroz Galvão, via diretório do PMDB.

Comentários

comments