Supremo muda decisões de Sérgio Moro

José Maria Trindade   25/04/2017   Comentários desativados em Supremo muda decisões de Sérgio Moro

Decisões do juiz Sérgio Moro sofrem mudanças na segunda turma do Supremo Tribunal Federal, a mesma que vai julgar os 89 políticos envolvidos na Lava Jato. Foi um dia de avaliação. A principal decisão seria sobre José Dirceu. Se ele ganharia a liberdade ou não. Houve adiamento a pedido da defesa de Dirceu que pediu avaliação de novos documentos a serem apresentados pela defesa e Ministério Público. Dirceu está condenado a 20 anos, mas não foi condenado em segunda instância. Está preso desde 2015 por se beneficiar de contratos na Petrobras. Manutenção da ordem pública é o argumento. O relator da Lava Jato, ministro Edson Fachin já adiantou que é contra soltar José Dirceu pela gravidade dos crimes praticados. Mas a segunda vara do Supremo liberou o pecuarista José Carlos Bunlai que já estava em prisão domiciliar. Mandou soltar o operador do PP, João Cláudio Genu que também foi condenado no mensalão. Manteve em prisão domiciliar o lobista Fernando Moura que que mentiu na delação premiada. O que ficou mesmo claro foi o posicionamento do relator, ministro Edson Fachin de que o juiz Sérgio Moro tem credibilidade nas decisões, mas a maioria formada pelos ministros Gilmar Mendes, Dias Tóffoli e Celso de Mello derrotaram o relator e soltaram Bunlai. Outra novidade é que a Advocacia Geral da União pediu a devolução de 11 bilhões e 300 milhões de reais a 20 empresas e envolvidos na Lava Jato. O argumento é de formação de cartel e prejuízos por improbidade administrativa. São 13 constrututoras e sete pessoas físicas.

Comentários

comments