Programa da Prefeitura para combater cracolândias não faz internação involuntária

Izilda Alves   10/08/2017   Comentários desativados em Programa da Prefeitura para combater cracolândias não faz internação involuntária | Shortlink:

Prefeitura, responsável por programas para combater as cracolândias em São Paulo, NÃO FAZ INTERNAÇÃO INVOLUNTÁRIA, informa a assessoria de imprensa do programa Redenção. O programa criado pelo Prefeito João Doria está na cracolândia, território livre para uso e tráfico. Portanto, nada mudou. Aquela promessa do prefeito João Doria de levar a tratamento principalmente os dependentes que estão em cracolândias até agora não existe. Porque na prática, o REDENÇÃO SÓ ATENDE O DEPENDENTE QUE ACEITAR. Ou seja, a cada cem, um aceita. Portanto, cracolândia continua e o tratamento na Prefeitura é só para quem quiser. As famílias que estão sofrendo por verem os filhos jogados nas ruas, escravos das drogas,devem procurar o CRATOD, SERVIÇO MÉDICO DO ESTADO, na rua Prates, 165, no Bom Retiro, centro da cidade, onde a internação involuntária – ou seja solicitada por psiquiatra e autorizada por um familiar- continua sendo feita.

Respondendo às mães que questionaram o Redenção no fluxo da cracolândia, a assessoria do programa Redenção informa haver outras duas opções:

CAPS Sé-Rua Frederico Alvarenga, 258- Parque Dom Pedro , centro da cidade

CAPS Prates- Rua Prates, 1101, Bom Retiro, na região central de SP

VOU REPETIR: INTERNAÇÃO INVOLUNTÁRIA NA REDE PÚBLICA DE SÃO PAULO SOMENTE NO CRATOD, MANTIDO PELO GOVERNO DO ESTADO.
Rua Prates, 165- Bom Retiro , região central de SP

Comentários

comments