Defender a legalização das drogas é incentivar doença e sofrimento

Izilda Alves   09/10/2017   Comentários desativados em Defender a legalização das drogas é incentivar doença e sofrimento | Shortlink:

**Izilda Alves e Miguel Tortorelli

A guerra contra traficantes no Rio de Janeiro já levanta na imprensa debates sobre” os custos da guerra às drogas”. Mais uma vez, os defensores da legalização das drogas ignoram as consequências para as famílias. E surpreendem pela estupidez dos argumentos.

Ao invés de se preocuparem com saúde e educação defendem que liberar significa o fim dos traficantes. Ora, devem acreditar também em Papai Noel, Coelhinho da Páscoa. Deveriam se informar melhor para entender que traficantes continuam agindo em estados americanos onde a maconha foi liberada.

Deveriam respeitar o ser humano e deixar de defender políticas que criam zumbis. Deveriam aprender que quando se permite às indústrias a produção de drogas, se dá a elas o direito de tornar cada vez mais viciante seu produto para competir nos mercados. Indústria quer lucro, portanto, consumidores em número cada vez maior.

Lamentável , preocupante, defensores das drogas virem com esse discurso que revela ignorância , desrespeito às pessoas e , principalmente, às famílias. Deveriam ir às ruas conhecer a realidade sofrida de quem é dependente e as devastadoras consequências em sua vida e na de sua família.

Vamos parar de teorias, que só beneficiam quem quer lucrar com desgraça. Vamos respeitar a vida.

**Miguel Tortorelli,Vice- Presidente da Federação do Amor Exigente, que atende gratuitamente , POR MÊS, 100 mil dependentes de drogas e suas famílias, que não encontram atendimento na rede pública de Saúde

**Izilda Alves, jornalista, Consultora do Amor Exigente e autora do livro “Guerra pela vida- A campanha da Jovem Pan contra as drogas”, do Instituto Jovem Pan e publicado pela Editora Sarvier

Comentários

comments