Cigarro causa câncer de bexiga, alertam estudos

cigarro

“A maioria dos fumantes com câncer de bexiga têm consciência de que o uso do tabaco aumenta o risco da doença”, revela estudo com 790 pacientes que já têm a doença nos Estados Unidos. As respostas apareceram em questionário sobre os seus histórico de tabagismo. “Cerca de metade tinha parado de fumar. Muitos tinham desistido de fumar pelo menos 10 anos antes de serem diagnosticadas com câncer. A pesquisa listous 10 causas potenciais de câncer de bexiga e pediu aos participantes para identificar causas. Eles também foram solicitados a identificar quais os fatores que causou sua própria câncer.No geral, quase 70 por cento disseram que o tabaco pode causar câncer”, contam os pesquisadores na revista Cancer. “Noventa por cento dos fumantes atuais estavam cientes da ligação, em comparação com 64 por cento dos ex-fumantes e 61 por cento das pessoas que nunca fumaram”, informa o coordenador da pesquisa, Dr. Jeffrey C. Bassett, da Califórnia
O pesquisador alerta: “O câncer de bexiga é o segundo tipo de câncer relacionado ao tabagismo, perdendo apenas para o de pulmões.”

No Brasil, pesquisa do Instituto do Câncer do Estado de São Paulo (Icesp), em parceria com o Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina da USP, constatou que 65% dos homens e 25% das mulheres com tumores de bexiga apresentavam histórico de tabagismo. “Cerca de 40% dos pacientes tratados por neoplasia maligna da bexiga apresentam tumores com invasão da camada muscular, sendo necessária a retirada completa do órgão. A proporção vai na contramão das estatísticas apresentadas pela literatura, que apontam a presença de tumores invasivos em 15% dos casos. No Icesp e no HC, este índice é maior devido aos atendimentos de alta complexidade.” O médico Marcos Dall’Oglio explica: “A fumaça do cigarro contém muitas substâncias químicas que são absorvidas e eliminadas pelo organismo através da urina, o que aumenta o risco de desenvolver um tumor no sistema genito-urinário.”

O câncer na bexiga é o segundo colocado entre os tipos de tumores que atingem os sistemas genital e urinário. O primeiro é o de próstata. Apesar da incidência menor, o câncer de bexiga é quase seis vezes mais mortal que o de próstata. A estimativa de mortalidade das doenças é de 3,5% e 18%, respectivamente.

Segundo o ICESP, “diversos fatores estão relacionados ao desenvolvimento de tumores no órgão, mas o mais importante é o tabagismo. Entretanto, pessoas com infecções urinárias recorrentes, as que usam sonda e os deficientes devem ficar atentos, pois também fazem parte do grupo de risco..O principal sintoma é a presença de sangue na urina. Também é importante ficar atento às infecções urinárias frequentes, à ardência ao urinar, ao aumento da frequência urinária e à sensação de esvaziamento incompleto – sintomas também presentes em doenças benígnas como infecções, litíase ou crescimento da próstata”.

http://www.drugfree.org/join-together/smokers-bladder-cancer-acknowledge-tobacco-increased-risk-disease/

http://icesp.org.br/Sala-de-Imprensa/Noticias/528/Ligacao-entre-cancer-de-bexiga-e-tabagismo

Comentários

comments

Deixe uma resposta