“92% dos dependentes começaram com maconha e terminaram no crack”

Izilda Alves   07/07/2017   Comentários desativados em “92% dos dependentes começaram com maconha e terminaram no crack” | Shortlink:

Com a experiência de quem já tratou 2.273 dependentes de drogas em São Paulo, Ivanildo Jose alerta: “92% começaram com maconha e terminaram no crack.” Ivanildo José é Presidente da Casa Dia São Paulo, na avenida Vereador Abel Ferreira, 1.501, Jardim Anália Franco, zona Leste de São Paulo. A Casa Dia São Paulo parece um sítio, com árvores, casa grande, pátio com bancos, outro pátio coberto e uma varanda com entrada para outras salas , onde estão fica a diretoria.

Ivanildo Jose recupera dependentes e cultiva esperança em suas famílias, marcadas pela culpa e pelo desespero. Ele está no livro “Guerra pela vida- A campanha da Jovem Pan , que escrevi para o Instituto Jovem Pan e publicado pela Editora Sarvier com Editora Triall. Ivanildo Jose define como “assustador” políticos defenderem a legalização da maconha no Brasil:

“É assustador quando políticos falam em legalizar a maconha, porque uma grande maioria dos dependentes irá desenvolver doenças mentais com o aval da sociedade maldosa e de políticos desonestos, e alguns tidos como especialistas que defendem a legalização porque usam ou porque são desumanos. Estamos num pais onde quem defende o bem é tido como radical. Eu continuo tratando dependentes químicos com muito sacrifício. Se legalizar a maconha, vou ter mais trabalho, pois o Estado vai criar uma multidão de zumbis, e acabar com uma grande parte de familiares que já sofrem sem a legalização. Quem pensa em legalização de drogas, ou é maldoso, ou tem interesse financeiro, ou não tem filho, ou usa droga escondido.”

Comentários

comments